terça-feira, dezembro 05, 2017

    Concursos têm 26 mil vagas em 113 órgãos pelo país; 20 delas estão em JP

    Pelo menos 113 concursos públicos estão com inscrições abertas no país e reúnem mais de 26 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Há pelo menos 23 concursos com vagas para São Paulo, 22 em Minas Gerais e 12 em Santa Catarina, além de outros estados. A capital da Paraíba, também está com inscrições abertas.
    A Prefeitura de João Pessoa (PB) abriu concurso público que oferece 20 vagas, sendo 10 para auditor municipal de controle interno e 10 para técnico municipal de controle interno. São exigidos ensino médio e superior. Os salários são de R$ 8 mil e R$ 3,5 mil para os cargos de auditor e técnico, respectivamente. As inscrições podem ser realizadas pelo site www.cespe.unb.br.
    As vagas têm remuneração a partir de R$ 921,22 na Prefeitura de Marataízes (ES), que abriu 90 postos de nível fundamental. As inscrições terminam na quarta-feira (6). Os salários chegam a R$ 28.947,55 no Tribunal de Contas de Minas Gerais, que tem 2 vagas para profissionais de nível superior. As inscrições terminam no dia 21 de dezembro. Somente na Secretaria de Estado da Educação do Paraná há 11 mil vagas, para cargos de nível fundamental e médio. O salário é de R$ 1.523,83.
    Nesta segunda-feira, pelo menos 12 órgãos abrem inscrições para mais de 2,8 mil vagas. A Prefeitura de Várzea Paulista (SP) abriu seis vagas nas áreas de ginecologia/obstetrícia, clínica geral, neurologia, cirurgia vascular, cardiologia e psiquiatria. Os salários variam de R$ 3.098,63 a R$ 5.049,45. A inscrição é feita no site da prefeitura.
    A Câmara de Salvador, Estado da Bahia, anuncia novo Concurso Público para a contratação de 60 profissionais e também a formação de cadastro reserva de funções de nível médio e superior. No total, serão 60 vagas abertas, 26 para nível médio e 34 para nível superior. Também serão abertas 100 vagas de cadastro reserva para níveis médio e superior.
    O concurso para a Câmara Municipal de Salvador terá salários de até R$ 4.171,35, para nível superior, e para nivel médio, de R$ 2.995,44 . Veja mais informações no site da câmara.

    Fonte;Blog do Gordinho Com informações do G1

    WhatsApp no iPhone: como usar a trava para mensagem de áudio

    O WhatsApp reformulou sua ferramenta que grava mensagens de voz para que usuários possam criar áudios maiores. Exclusivo do app para iPhone (iOS), o recurso permite bloquear o gravador com um gesto e continuar captando voz sem ficar com o dedo pressionado sobre o ícone de microfone.
    Essa característica de gravação, disponível também no concorrente Telegram, acaba com o problema de manter o botão pressionado ao criar áudios grandes. No método antigo, um simples movimento no dedo cortava o áudio no meio da mensagem, o que prejudicava toda comunicação com contatos.
    Confira, no tutorial a seguir, como usar a nova ferramenta para envio de mensagens de voz do WhatsApp para iPhone. Por enquanto o recurso não está disponível no Android.

    Procedimento no iPhone (iOS)

    Passo 1. Abra um bate-papo – pode ser tanto individual quanto em grupo. Na sequência, toque sobre o ícone de gravador de voz e segure por um segundo. Repare que vai surgir um ícone de cadeado. Ainda segurando o botão, arraste o dedo para cima, para travar a gravação.
    Opção para travar o gravador de mensagens de áudio do WhatsApp para iPhone (Foto: Reprodução/Marvin Costa)
    Opção para travar o gravador de mensagens de áudio do WhatsApp para iPhone (Foto: Reprodução/Marvin Costa)
    Passo 2. O cadeado informa que o gravador está travado e que você pode soltar o dedo do ícone de microfone. Nesse momento, grave a mensagem por quanto tempo quiser.
    Caso você tenha dito algo errado, existe a opção de pressionar a palavra “Cancelar” escrita em azul. O áudio será imediatamente encerrado.
    Para enviar, basta tocar no ícone de seta azul.
    Opções para cancelar ou enviar uma mensagem de áudio no WhatsApp para iPhone (Foto: Reprodução/Marvin Costa)
    Opções para cancelar ou enviar uma mensagem de áudio no WhatsApp para iPhone (Foto: Reprodução/Marvin Costa)
    Aproveite a dica para gravar mensagens de voz por mais tempo e evitar que áudios picotados sejam recebidos por seus amigos.
    TechTudo.

    3ª etapa do Paraibano de Jiu-Jitsu ocorre em dezembro

    Nos dias 9 e 10 de dezembro, próximo fim de semana, o Ginásio do Unipê vai sediar a 3ª etapa do Campeonato Paraibano de Jiu-Jitsu. Único evento da área com reconhecimento da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu – CBJJe da International Brazilian Jiu-Jitsu Federation – IBJJF, o campeonato espera a participação de 300 lutadores, segundo Keysserling (Key) Silva Pessoa, presidente da Federação de Jiu-Jitsu da Paraíba – FJJ/PB.
    O campeonato terá as categorias Adulto, Master e Absoluto, nos naipes feminino e masculino, variando do galo ao pesadíssimo, contemplando todas as faixas, da branca à preta. Key explicou que o Adulto compreende dos 18 aos 29 anos de idade. Já o Master é dividido em seis subcategorias: master 1 (entre 30 e 35 anos); master 2 (36-40); master 3 (41-45); master 4 (46 a 50 anos); master 5 (51 a 55); e master 6 (igual ou superior a 56).
    A competição terá as seguintes categorias para o Absoluto: Absoluto Masculino Adulto, faixas branca, azul, roxa, marrom e preta; Absoluto Feminino Adulto e Master, faixas branca e azul juntas; faixas roxa, marrom e preta juntas; e Feminino Adulto e Master juntas. As regras e a tabela de peso e categoria do Paraibano seguem as regras estabelecidas pela CBJJ e pela IBJJF.
    As inscrições estão abertas no portal ilutas.com.br até o dia 6 de dezembro.
    Serviço
    3ª etapa do Campeonato Paraibano de Jiu-Jitsu
    Data: 9 e 10 de dezembro
    Local: Ginásio do Unipê, localizado no Campus da Instituição, em Água Fria, João Pessoa
    Inscrições em portal ilutas.com.br.


    Fonte:Paraiba.com.br Assessoria 

    Sine da Capital oferece 86 vagas de emprego nesta semana

    Sine da Capital oferece 86 vagas de emprego nesta semana
    O Sistema Nacional de Emprego de João Pessoa (Sine-JP) oferece, nesta segunda-feira (8), 86 vagas de emprego. Há vagas para pessoas com nível fundamental, médio e ensino técnico.

    Há vagas também para pessoas sem experiência profissional.
    A atividade com o maior número de vagas é a de consultor de vendas externo, são 20 vagas. Para costureira são 15 vagas e para vendedor estão disponíveis 13 vagas, divididas entre vendedor pracista, externo e de consórcio.
    Quem quiser se inscrever para as vagas de trabalho, deve comparecer ao Sine-JP portando RG, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor, comprovante de residência, currículo profissional, comprovante de escolaridade, certificado ou diploma de cursos já feitos.
    Já as empresas que desejam anunciar vagas de empregos devem informar seus dados e as exigências das funções para o e-mail (sinejp.imo@joaopessoa.pb.gov.br). O serviço é gratuito.

    Fonte:PB Agora Redação

    Mídia nacional aponta PMDB sem candidatura própria na PB em 2018

    Mídia nacional aponta PMDB sem candidatura própria na PB em 2018
    Apesar de o senador José Maranhão, que é o presidente do PMDB na Paraíba, ratificar a intenção da legenda em lançar candidatura própria nas eleições de 2018, uma reportagem veiculada no Jornal o Estadão, mais uma vez excluiu o Estado do rol de federações onde o PMDB pretende lançar candidatura própria no pleito do ano que vem.

    A última vez que a executiva havia excluído a Paraíba do processo foi através de uma declaraçãodo senador Romero Jucá (PMDB).
    De acordo com a matéria, o PMDB deverá ter candidatura própria ao governo em pelo menos 12 Estados: Alagoas, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.
    No tocante a Paraíba, segundo a reportagem, a possibilidade é de aliança com o PSDB.
    As conversas de aliança entre PMDB e PSDB podem evoluir também no Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Piauí, Pernambuco e Santa Catarina.
    O senador José Maranhão ainda não se pronunciou sobre o prognóstico
    PB Agora

    domingo, dezembro 03, 2017

    Cenário para a estação chuvosa em 2018 no semiárido do Estado não é bom, mas pode mudar nos próximos meses

    Oceano Atlântico Sul na altura da costa do Nordeste mais frio que o normal para a época, de acordo com a última atualização do Campo de Anomalias de TSM(Temperatura da Superfície do Mar) da NOAA.
     
    Na verdade, o comportamento térmico do Atlântico Sul na referida região mostra-se instável, ou seja, oscila, de acordo com o físico e meteorologista Rodrigo Cézar Limeira.
     
    Esse é um traço característico observado no comportamento térmico do Atlântico Sul na altura da costa do Nordeste, e que vem sendo observado desde 2012, quando teve início a violenta crise hídrica observada no interior da região.
     
    Mesmo com o Atlântico Sul na citada área desfavorável, dezembro, segundo mês da pré-estação chuvosa do semiárido da Paraíba, poderá ter chuvas esparsas em alguns momentos, e isoladas em outros. As chuvas serão irregulares e mal distribuídas no interior do estado. 
     
    O estudioso projeta chuvas para Sousa e Cajazeiras em dezembro, mas descarta grandes acumulados de precipitação pluviométrica para as duas cidades.
     
    Patos e Pombal terão pouca ou nenhuma chuva em dezembro.
     
    Grandes reservatórios que abastecem essas cidades vão continuar em situação crítica em dezembro.
     
    Cenário para a estação chuvosa em 2018 no semiárido do Estado por enquanto não é bom, mas pode mudar nos próximos meses, afirma o estudioso, já que o período mais chuvoso do semiárido da Paraíba ocorre geralmente de Fevereiro a Maio.


    Mais Patos Rodrigo Cézar - Ciência em Foco

    72% dos pacientes que recebem novo coração vivem ao menos 5 anos

    Em 3 de dezembro de 1967, o cirurgião sul-africano Cristiaan Barnard realizou o primeiro transplante de coração humano do mundo, no hospital Groote Schurr, em Cape Town.
     O paciente era Louis Washkansky, de 54 anos. A operação durou cinco horas e envolveu um time de 30 pessoas. Barnard usou o coração de Denise Darvall, uma jovem de 25 anos que sofrera morte cerebral após um acidente de carro.
     Washkansky sobreviveu por 18 dias antes de morrer de pneumonia – efeito colateral das drogas imunodepressivas que tomou para mitigar os riscos de rejeição do novo coração.
     Agora, 50 anos depois, os transplantes estão longe de serem um feito médico incomum – em 2016, por exemplo, foram realizados 6 mil transplantes de coração em todo o mundo, de acordo com o Observatório Global de Doação e Transplante.
     Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 72% dos pacientes que recebem um novo coração vivem, pelo menos, cinco anos, enquanto 20% alcançam a marca de 20 anos.
     Os dois maiores riscos para os transplantados são a rejeição do órgão pelo corpo e infecções causadas por medicamentos que controlam as respostas do sistema imunológico ao novo coração- as infecções são responsáveis por uma em cada três mortes de pacientes no primeiro ano de cirurgia.
     Ainda que Barnard tenha feito história, a maior parte das pesquisas sobre transplante de coração foi conduzida por médicos norte-americanos, que aperfeiçoaram as técnicas usando cachorros como cobaias. Barnard, na realidade, utilizou muitos dos aprendizados gerados por essas pesquisas.
     Não impressiona, portanto, o fato de os Estados Unidos serem o país que lidera em número de transplantes de coração, tendo realizado 3.209 cirurgias do tipo em 2016, bem à frente da França, que aparece em segundo lugar, com 490 procedimentos.
     O Brasil vem em terceiro (357), seguido pela Alemanha e a Espanha. Ironicamente, a África do Sul aparece bem atrás no ranking, com apenas 14 cirurgias.
    Mas o coração não foi o primeiro órgão a ser transplantado. Em 1954, o médico norte-americano Joseph E. Murray fez o primeiro transplante bem-sucedido de rim da história. Trata-se de longe da mais comum e simples cirurgia de transplante, com 120.000 procedimentos realizados em 2015.
     Fígado, pulmão e pâncreas são outros órgãos que têm sido transplantados com sucesso desde então. O que não mudou é a inglória batalha para equilibrar a desproporcional relação entre demanda e oferta de órgãos.
     Mesmo nos Estados Unidos, estima-se que mais de 100 mil pessoas estejam na lista de espera e 20 morram todos os dias esperando receber um novo órgão.
    A dramática discrepância entre oferta e demanda de órgãos
     A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a oferta de órgãos para transplante cubra apenas 10% da demanda global. Essa escassez estimula um mercado clandestino que cresce rapidamente e que comercializa órgãos a preços altíssimos- cera de US$ 200.000 por um rim, por exemplo.
     De acordo com um estudo da OMS, em 2012, pelo menos um entre oito transplantes de rins foi feito ilegalmente.
     Um problema é garantir consenso para doações de órgãos em caso de morte. A Espanha tem uma política considerada bem-sucedida que exige que os indivíduos especifiquem que não querem doar em caso de morte.
     O país tem hoje a taxa mais elevada de doadores do mundo, um resultado que é também fruto de campanhas de conscientização que reduziram o número de famílias que se recusam a dar consentimento para a doação de órgãos de parentes.
     Entre doadores vivos, a Espanha não figura entre os top cinco da lista- o primeiro lugar é ocupado pela Turquia. O Brasil proíbe a doação de órgãos entre pessoas vivas, a não ser que tenham parentesco em até 4º grau com o receptor. O objetivo é justamente evitar que indivíduos vendam os próprios órgãos para transplantes.
     Inovações tecnológicas podem ajudar a reduzir a discrepância entre oferta e demanda. Algumas iniciativas são a criação de órgãos a partir de células-tronco, a impressão em 3D de órgãos e até o uso de órgãos geneticamente modificados de animais.
     De qualquer forma, muita coisa mudou desde o primeiro passo dado por Christiaan Barnard, há 50 anos.
    BBC

    Processo Seletivo Especial: IFPB lança edital para cursos superiores.


    O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) lançou edital do Processo Seletivo Especial (PSE) voltado para preencher vagas nos cursos superiores. O PSE é destinado para as situações de Ingresso de Graduados, Reopção de Curso, Reingresso de estudantes e Transferência Interinstitucional.

    São 761 vagas para o período 2018.1. A seleção envolve cursos presenciais e à distância. São vagas nos campi Cabedelo, Campina Grande, Cajazeiras, João Pessoa, Patos, Sousa, Monteiro, Princesa Isabel, Picuí.

    A inscrição só será realizada de 4 a 11 de janeiro. É preciso preencher o formulário eletrônico de inscrição e entregar a documentação indicada no setor de Protocolo dos campi do IFPB. O IFPB realiza a inscrição de modo gratuito.

    Acesse aqui o Edital no ambiente da seleção https://estudante.ifpb.edu.br/processoseletivo/processo/3/edicao/80/

    Até 29 de janeiro, deve ser publicada a relação de inscritos. Em 20 de janeiro, deve ser divulgado o resultado preliminar, com prazo para recursos. O resultado final está previsto para 27 de fevereiro.

    Há vagas nos curso de Design Gráfico, Ciências Biológicas, Física, Química, Letras, Engenharia Civil, Automação Industrial, Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Matemática, Telemática, Construção de Edifícios, Design de Interiores, Engenharia da Computação, Geoprocessamento, Gestão Ambiental, Telecomunicações, Redes de Computadores, Sistemas de Internet, Administração, Engenharia Elétrica, Negócios Imobiliários, Segurança no Trabalho, Agroecologia, Tecnologia em Alimentos, Educação Física e Medicina Veterinária.

    O candidato deve atentar que há uma documentação específica para cada modalidade. Ao final do Edital, há declarações que devem ser preenchidas e entregues, conforme cada situação de inscrição.


    Fonte:Click Picui
    Texto: Ana Carolina Abiahy – jornalista da DGCOM do IFPB

    Imagem: David Lucas – estagiário da DGCOM do IFPB



    Lula tem 34%, Bolsonaro, 17% e Marina, 9%, aponta pesquisa Datafolha para 2018


    Uma pesquisa do Instituto Datafolha foi divulgada neste sábado (2) pelo jornal “Folha de S.Paulo” com índices de intenção de voto para o primeiro turno da eleição presidencial de 2018. Veja os resultados:
    Cenário 1 (com Marina, Joaquim Barbosa, Temer e Meirelles):
    Lula (PT): 34%
    Jair Bolsonaro (PSC): 17%
    Marina Silva (Rede): 9%
    Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
    Ciro Gomes (PDT): 6%
    Joaquim Barbosa (sem partido): 5%
    Alvaro Dias (Podemos): 3%
    Manuela D´Ávila (PCdoB): 1%
    Michel Temer (PMDB): 1%
    Henrique Meirelles (PSD): 1%
    Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
    Em branco/nulo/nenhum: 12%
    Não sabe: 2%
    O Datafolha fez 2.765 entrevistas entre 29 e 30 de novembro, em 192 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.
    Na pesquisa anterior, em setembro, Lula registrou 36%, Bolsonaro, 16%, e Marina, 14%.
    Cenário 2 (com Joaquim Barbosa):
    Lula (PT): 37%
    Jair Bolsonaro (PSC): 18%
    Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
    Ciro Gomes (PDT): 7%
    Joaquim Barbosa (sem partido): 6%
    Alvaro Dias (Podemos): 4%
    Manuela D’Ávila (PCdoB): 1%
    Guilherme Boulos (sem partido): 1%
    Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
    Em branco/nulo/nenhum: 14%
    G1

    TSE lança título de eleitor digital que pode substituir documento impresso na votação.


    O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, lançou nesta sexta-feira (1º) o E-título, documento digital que pode substituir no dia da eleição o título de eleitor. A novidade já valerá na eleição do ano que vem para qualquer eleitor.

    Os eleitores podem acessar o E-título diretamente em um aplicativo que pode ser baixado gratuitamente por smartphone ou tablet por meio da App Store (sistema IOS) e do Google Play (sistema Android).

    Por enquanto, somente os celulares ou tablets que rodam o sistema Android podem baixar o aplicativo do TSE. Nos casos de equipamentos com IOS, informou a assessoria do tribunal, o aplicativo estará disponível para download em dez dias, na loja da App Store.

    A versão digital do título de eleitor apresenta novidades em relação ao documento tradicional. O E-título exibe informações sobre quitação eleitoral, dados sobre cadastramento biométrico e endereço do local de votação, disponibilizando, inclusive, um mapa com geolocalização.

    Além disso, para quem já passou pelo cadastramento biométrico na Justiça Eleitoral, o E-título exibirá a foto do eleitor, que é tirada na mesma ocasião em que é coletada a biometria. Para quem não fez cadastramento biométrico, a foto não aparece.

    O documento digital de identificação dos eleitores também terá um QR Code para a validação na zona eleitoral. Ao inserir no aplicativo o número do título eleitoral, o nome do eleitor, a filiação e a data de nascimento, o E-título será validado e liberado.

    Segundo a assessoria do TSE, o novo documento digital foi desenvolvido integralmente pela Justiça Eleitoral, uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC) adotada por Gilmar Mendes para distribuição nacional.

    A implementação do E-título foi feita em conjunto pelos servidores da área de TI do Tribunal Superior Eleitoral e do TRE do Acre. Conforme a assessoria do TSE, a iniciativa não gerou custos extras para os cofres públicos.

    Título de eleitor impresso

    Apesar de os eleitores passarem a ter a possibilidade de apresentar na hora da votação apenas o celular ou o tablet com o E-título, o documento tradicional, impresso, continuará valendo.

    No caso de o eleitor optar pelo título de eleitor, ele terá que apresentar, como já é exigido atualmente pela Justiça Eleitoral, um documento com foto, como carteira de identidade ou de habilitação.

    A versão impressa do título continuará sem foto, mesmo para os eleitores que já tenham feito o cadastro biométrico.

    Os eleitores que comparecerem à seção eleitoral com o E-título só precisarão apresentar o documento digital.



    G1

    Mega-Sena: ninguém acerta e prêmio vai a R$ 6,7 mil

    Mega-Sena: ninguém acerta e prêmio vai a R$ 6,7 mil
    Mais uma vez ninguém acertou os seis números do concurso 1.993 da Mega-Sena sorteados ontem,  sábado (2) na cidade de Cardoso Moreira (RJ). O prêmio estimado para o próximo concurso que acontece na quarta-feira (6) é de R$ 6,7 milhões.

    Veja as dezenas: 06 - 17 - 33 - 48 - 50 - 57
    A quina saiu para 39 apostas e cada uma delas levará um prêmio de R$ 42.108,85. Outros 3.063 bilhetes acertaram a quadra e ficarão com R$ 765,93 cada.

    PB Agora

    São Paulo leva gol no fim e perde chance de ir à Libertadores

    São Paulo leva gol no fim e perde chance de ir à Libertadores
    A remota chance do São Paulo conquistar uma vaga na Copa Libertadores da América de 2018 era quase que palpável até os 43 minutos do segundo tempo da partida contra o Bahia na tarde desse domingo. Brenner tinha tudo para ser o herói dos 60.485 torcedores que foram ao Morumbi para apoiar o time nesta 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro, mas um gol de Júnior Brumado nos instantes finais do confronto direto acabou com o sonho dos são-paulinos, que diante dos tropeços dos outros rivais, acabaria com a nona colocação e, assim, dependeria de um eventual título do Flamengo na Copa Sul-Americana para herdar a última vaga.

    Para quem passou a maior parte da competição lutando contra a zona de rebaixamento, seria um enorme presente de Natal disputar a competição continental. Entretanto, com o empate por 1 a 1 no retorno ao Cícero Pompeu de Todedo, onde a equipe não atuava desde 1º de outubro, o São Paulo acabou mesmo foi na 13ª posição, com 50 pontos, assim como o Esquadrão de Aço, que com a mesma pontuação ficou em 12º e também deu adeus ao anseio de disputar a Libertadores depois de 19 anos.
    Ficou também um sentimento de frustração pela despedida de Diego Lugano. Um dos maiores ídolos da história do São Paulo, o zagueiro foi homenageado com a titularidade nesse domingo, fez uma partida segura, mas teve de se despedir de uma torcida que o ama sem muito o que comemorar.
    (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
    (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
    (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
    Gazeta Esportiva

    Mais de 28 mil fazem provas de concurso para professor

    Os candidatos a vagas para professor da rede estadual de ensino vão passar por provas de avaliação neste domingo (3). No total, o concurso oferece mil vagas e vai contar com 28.395 mil candidatos inscritos.
    As provas serão realizadas nas sedes das 14 Gerências Regionais de Educação (GRE): João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Cuité, Monteiro, Patos, Itaporanga, Catolé do Rocha, Cajazeiras, Sousa, Princesa Isabel, Itabaiana, Pombal e Mamanguape.
    Na capital, haverá provas no Liceu Paraibano e nas escolas Olivina Olivia, Argentina Pereira Gomes, Luiz Gonzaga Buriti, João Goulart, CPDAC, IEP, Escola Técnica Estadual de Mangabeira, José Lins do Rego e Alice Carneiro da Cunha.
    A duração de aplicação da prova será de 3 horas e 30 minutos. O concurso terá validade de seis meses, podendo ser prorrogado por igual período, ficando a critério da Administração Estadual.
    O concurso oferece 1 mil vagas para professores da Educação Básica, distribuídas entre 12 disciplinas: Artes (20 vagas), Biologia (100), Educação Física (40), Física (60), Geografia (100)., História (100), Língua Inglesa (40), Língua Portuguesa (200), Matemática (200), Sociologia (20), Filosofia (20) e Química (100 vagas). O resultado será divulgado em 26 de janeiro de 2018.
    portalcorreio

    Manifestantes impedem votação da terceirização pela 5º vez em Esperança, PB

    Manifestantes impediram votação na Câmara de Esperança, PB (Foto: Reprodução/TV Paraíba)

    Manifestantes ocuparam as galerias da Câmara Municipal de Esperança, no Agreste da Paraíba, para protestar contra o projeto de lei enviado pelo Poder Executivo que autoriza terceirização no município, nesta quinta-feira (30). A população invadiu o plenário e a sessão foi encerrada sem que acontecesse a votação do projeto.
    A proposta enviada pelo prefeito Nobinho Almeida pretende instituir o programar gestão pactuada com organizações sociais, com intenção de ceder a essas organizações a gestão de alguns serviços municipais, assim a prefeitura passaria a apenas a fiscalizar. O prefeito alega uma diminuição dos custos para a administração.
    O presidente da casa, o vereador Carlos Luiz de Arruda Câmara, havia avisado que o povo não entraria nas galerias durante última sessão ordinária do ano, devido às últimas confusões. Os manifestantes, como resposta, colocaram correntes e cadeados na porta da Câmara e disseram que só liberariam se o povo pudesse assistir à votação. O presidente voltou atrás da decisão e liberou a entrada da população.
    Depois de um pedido de vistas ao projeto, os manifestantes invadiram o plenário. A polícia tentou conter os manifestantes, mas a seção foi paralisada e, depois de quase uma hora, a sessão foi encerrada sem votar o projeto.
    A bancada da oposição da Câmara acredita que o projeto é prejudicial e não explica quem vai gerir o serviço. O projeto só vai a votação novamente se o presidente da Câmara convocar uma seção extraordinária.
     G1

    Flamengo vence de virada e garante vaga na Libertadores

    O Flamengo garantiu a vaga na fase de grupos da Taça Libertadores do próximo ano ao derrotar o Vitória, de virada, por 2 a 1, em partida disputada na tarde deste domingo, no Barradão. Com o resultado, o time rubro-negro chegou aos 56 pontos e ocupa a sexta colocação.
    Mesmo derrotado, o Vitória conseguiu se garantir na primeira divisão, se colocando na 16ª posição com 43 pontos ganhos, superando o Coritiba por critérios técnicos.Os gols foram marcados por Rafael Vaz e Diego, de pênalti, para o Flamengo, enquanto Carlos Eduardo anotou para o Vitória.
    A partida foi muito movimentada e o resultado fez justiça ao melhor desempenho do Flamengo no segundo tempo. O Vitória começou bem, mas as substituições efetuadas por Vagner Mancini acabaram prejudicando o rendimento da equipe.
    O jogo –  Ao contrário do que se esperava, o Flamengo começou a partida com mais posse de bola. O Vitória encontrava dificuldade para recuperar a bola e apenas corria atrás dos adversários, mas foi do time baiano, o primeiro ataque perigoso. Após cruzamento na área, Kieza cabeceou e César defendeu sem dificuldades. Logo depois foi a vez de José Welison arriscar da intermediária e mandar a bola longe do gol.
    O time da casa parecia mais empolgado e pressionava em busca do primeiro gol. Aos 12 minutos, Danilinho foi derrubado na lateral da área, mas a cobrança foi bloqueada pela zaga carioca. O Flamengo tocava a bola em busca de espaço e conseguiu criar a primeira jogada de perigo aos 15 minutos. Após investida de Éverton Ribeiro pela direita, a bola acabou na esquerda  com Lucas Paquetá que cruzou rasteiro e Felipe Vizeu entrou para concluir, mas jogou para fora.
    Aos 19 minutos, o time baiano criou a primeira grande oportunidade para marcar. Danilinho tabelou com Kieza e penetrou livre na área. O atacante do Vitória chutou no canto e César fez grande defesa. O Vitória mostrava mais disposição ofensiva, mas encontrava dificuldade para penetrar na defesa da equipe da Gávea.
    Aos 32 minutos, Éverton Ribeiro fez grande passe para Felipe Vizeu que entrou livre e tocou para fora, desperdiçando a primeira grande chance do time carioca. Aos 39 minutos, o Vitória marcou o primeiro gol. Carlos Eduardo recebeu na área e bateu forte no canto esquerdo de César que não conseguiu fazer a defesa.
    Depois de sofrer o gol, o Flamengo tentou avançar para buscar o empate, mas a defesa baiana soube conter os avanços da equipe carioca. O Flamengo voltou para o segundo tempo disposto a buscar o empate e logo aos dois minutos, Willian Arão caiu na área ao se chocar com um zagueiro baiano, mas o árbitro considerou normal a jogada.
    O Vitória tentava aproveitar os espaços concedidos pelo adversário para buscar o segundo gol. Aos quatro minutos, Patrick arrancou pelo meio e tentou tocar para Kieza que entrava pela esquerda, mas Léo Duarte salvou. Aos sete minutos, Diego mandou a bomba e assustou Fernando Miguel, mas a bola saiu.
    Aos 11 minutos, o Flamengo teve a chance de cobrar uma falta na entrada da área, mas Lucas Paquetá bateu muito mal e Fernando Miguel defendeu sem dificuldades. Logo depois, o técnico Reinaldo Rueda colocou Vinicius Júnior no lugar de Lucas Paquetá, enquanto Vagner Mancini trocou Carlos Eduardo por André Lima.
    O Flamengo tentava pressionar em busca do gol do empate, enquanto o Vitória tentava aproveitar os espaços para tentar marcar o segundo gol.
    Aos 29 minutos, o Flamengo marcou o gol do empate. Vinicius Júnior fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Diego e Arão tocaram na bola que sobrou para Rafael Vaz bater forte para empatar a partida.Depois de sofrer o gol do empate, o Vitória partiu para buscar o segundo gol. Vagner Mancini colocou o atacante Neilton no lugar de Yago. Aos 37 minutos, o goleiro César evitou o segundo gol ao defender chute perigoso de Danilinho. Logo depois foi a vez de Neilton cabecear com muito perigo.
    O time baiano pressionava e teve nova chance para marcar quando Patrick, livre na pequena área, cabeceou para fora. O goleiro César apareceu muito bem em duas jogadas na área carioca, evitando o segundo gol da equipe da casa.
    O Vitória ainda perdeu Caíque Sá que recebeu o segundo cartão amarelo e foi excluído da partida.
    Aos 49 minutos, Diego bateu falta e Uillian Corrêa botou a mão na bola. Pênalti que Diego bateu para marcar o segundo gol e garantir a vitória do Flamengo.
    FICHA TÉCNICA 
    VITÓRIA-BA 1 X 2 FLAMENGO-RJ
    Local : Barradão, em Salvador (BA)
    Data : 3 de dezembro de 2017, domingo
    Hora : 17h (de Brasília)
    Árbitro : Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
    Assistentes : Helcio Araujo Neves (PA) e Jose Ricardo Guimarães Coimbra (PA)
    Cartão Amarelo : André Lima, Uillian Correa e Caíque Sá(Vito);Lincoln(Fla)
    Cartão Vermelho : Caíque França e Carlos Eduardo(depois do jogo)
    Gols :VITÓRIA: Carlos Eduardo, aos 39 minutos do primeiro tempo
    FLAMENGO: Rafael Vaz aos 29 minutos e Diego aos 49 minutos do segundo tempo
    VITÓRIA: Fernando Miguel, Patric, Kanu, Ramon e Thallyson; Ramon, Uillian Correia, José Welison, Yago( Neilton) e Carlos Eduardo(André Lima); Danilinho e Kieza(Caíque Sá)
    Técnico: Vagner Mancini
    FLAMENGO : César, Pará, Léo Duarte, Rafael Vaz e Miguel Trauco; Willian Arão, Cuéllar(Geuvânio), Éverton Ribeiro e Diego; Felipe Vizeu(Lincoln e Lucas Paquetá(Vinicius Júnior)
    Técnico: Reinaldo Rueda
    Gazeta Esportiva