Centro de Ensino Profissionalizante e Preparatório Ltda - C&E

    Centro de Ensino Profissionalizante e Preparatório Ltda - C&E
    ESPECIALIZAÇÃO EM JORNALISMO E CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA - TURMA A - JOÃO PESSOA/PB

    quarta-feira, março 29, 2017

    Política e Eventos Arara

    Prefeitura de Lagoa de Dentro anuncia espetáculo da Paixão de Cristo

    Promovido pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo de Lagoa de Dentro, o Espetáculo da Paixão de Cristo, acontecerá no dia 14 de abril, sexta-feira da Paixão, na Cidade de Lagoa de Dentro-PB, a partir das 19h30.
    A peça teatral da Paixão de Cristo realizada em Lagoa de Dentro, está em seu segundo ano de realização inovando e acrescentando novas cenas ao espetáculo, que possuí em seu elenco mais de 100 participantes, na maioria jovens da Cidade, grupo de idosos e convidados. Este ano a apresentação será realizada no calçadão da lagoa.
    Com 15 cenários e uma estrutura de som e luz impecáveis, os produtores do evento, Rodrigo Guaraná e Reniely Salvina, estão trazendo para a Cidade um espetáculo nunca visto nessa dimensão. A Prefeitura espera superar o público do ano passado, estimado em mais de 500 pessoas. “O Público ficará bem acomodado em cadeiras bem localizadas na rua em frente ao calçadão, com vista privilegiada para a lagoa”- disse Rodrigo Guaraná.
    Cenas como a tempestade acalmada, o milagre de Lázaro, dentre outras são novidades para este ano. Os idealizadores arriscaram dizer que este espetáculo será um marco na região. “É assistir para conferir” – convida Reniely.
    Pery Camilo
    Política e Eventos Arara
    Fonte:Manchete PBCom Ascom Lagoa de Dentro
    Política e Eventos Arara

    Servidores do Estado recebem salários quinta e sexta (31)

    dinheiro jpe 2O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, abriu a edição de hoje do programa semanal Fala, governador, anunciando o pagamento do funcionalismo, como faz desde o começo do mandato, dentro do mês trabalhado. Na próxima quinta-feira, 30, receberão os servidores inativos, enquanto na sexta, 31, será a vez do pagamento dos salários aos funcionários da ativa.
    “Estamos conseguindo manter a premissa de pagar dentro do mês trabalhado. É um direito dos servidores e dever do Estado, além de ser fundamental para a economia da Paraíba. No fim do ano passado, um estudo mostrou que a Paraíba foi o estado em que menos tinha caído o setor de serviços e uma das explicações levantadas pela consultoria que fez esse estudo nacionalmente foi justamente a regularidade de pagamento porque injetamos cerca de R$ 335 milhões religiosamente, fora os prêmios que pagamos. Em fevereiro, pagamos o prêmio das Polícias. Tem também o da Educação”, disse Ricardo.



    Política e Eventos Arara
    Fonte:Portal do Curimataú Redação
    Política e Eventos Arara

    Litoral Sul cria rede de cooperação para integrar ações de seis municípios


    Setor produtivo, empresários, gestores públicos e instituições parceiras criaram na manhã desta terça-feira (28) a Rede de cooperação para o desenvolvimento do Litoral Sul Paraibano durante o Seminário de Desenvolvimento do Litoral Sul, realizado pelo Sebrae, no município do Conde. O evento contou com a participação de 200 pessoas, entre prefeitos, representantes de instituições, além de agentes de desenvolvimento e líderes da governança local dos seis municípios que formam a região.

    “O litoral sul paraibano tem diversas oportunidades e potencialidades. Além do turismo, há a agricultura familiar e as indústrias cimenteiras, de vidro, de cerâmica e o complexo da indústria automobilística. Para saber a vocação de cada município, é preciso fazer um diagnóstico e definir os eixos estruturantes”, destacou o diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto Amorim, que participou de um debate com o prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, e o consultor de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae, Arnaldo Júnior, durante o seminário. Juntos, eles discutiram as perspectivas, desafios e oportunidades da região, mostrando exemplos e casos de sucesso de outras regiões do Estado, como o Brejo e o Cariri. 

    Na segunda parte do Seminário, houve uma interação com os participantes e formação dos grupos de trabalho que irão contribuir para o desenvolvimento econômico e a transformação da realidade territorial. “A partir de agora vamos elaborar um aplano de ações estratégicas para o fomento e fortalecimento das atividades produtivas da região. Posteriormente vamos realizar encontros temáticos sobre o turismo, a agricultura familiar e a indústria”, explicou Arnaldo Júnior. O Litoral Sul Paraibano é formado por seis municípios (João Pessoa, Alhandra, Caaporã, conde, Pedras de Fogo e Pitimbu) que, juntos, possuem cerca de 115 mil habitantes, se considerarmos apenas os bairros da zona sul da Capital paraibana. “O que vocês precisam para começar a trabalhar, vocês já tem. É preciso apenas refletir sobre o que podemos transformar para construir a própria identidade. O Sebrae está junto de vocês para superarmos os desafios”, disse Luiz Alberto aos gestores públicos e líderes presentes ao evento.

    A prefeita do Conde, Márcia Lucena, destacou que, diante de tantos desafios da região, é preciso estabelecer o que deve ser priorizado. “Temos aqui um solo fértil, mas estamos desorganizados e desarticulados. Precisamos enxergar a região como uma unidade e, para isso, é fundamental a criação do consórcio dos municípios do litoral sul. Devemos construir ações conjuntas para mudarmos enquanto região e sermos exemplo para o Estado”, destacou a prefeita.

    Caso de sucesso – Durante o seminário, o prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, falou sobre os desafios e soluções encontradas para desenvolver seu município. “Quando assumimos a prefeitura, primeiramente identificamos nossas potencialidades e os entraves. A partir daí, fizemos um plano de desenvolvimento econômico e social e diagnosticamos alguns problemas. Alguns deles, como a baixa qualificação da mão de obra local e a carência de informação e crédito dos microempreendedores, são comuns a todos os municípios da região. Por isso, a importância de se trabalhar integrado”, disse o prefeito.

    Ele ainda explicou que, a partir deste diagnóstico, foram encontradas soluções e colocadas em prática, como a captação de recursos e convênios com foco no estímulo ao empreendedorismo e a qualificação da mão de obra, através de parcerias com instituições como Universidade Federal da Paraíba, Sebrae, Sesi, Senai, Senar e Senac. O prefeito também destacou que a gestão municipal começou a comprar a produção da agricultura familiar e, atualmente, 62% do alimento da merenda escolar é adquirido da produção local.

    Além disso, inaugurou a Casa do Empreendedor, com auxílio do Sebrae, e criou o Empreender Bananeiras, para oferecer crédito aos empresários. Ele também falou de outras ações integradas com os demais municípios do Brejo paraibano, como o Caminhos do Frio. “O turismo é a nossa atividade de integração entre os municípios do Brejo, que conta com o apoio da gestão pública, mas também dos empresários da região”, completou. 

    Política e Eventos Arara
    Fonte:Bananeiras Online com Sebrae/PB

    Política e Eventos Arara

    Vené faz alerta sobre anúncio de candidatura do PMDB

    Vené faz alerta sobre anúncio de candidatura do PMDB
    Voltando no tempo, mas já projetando o futuro, o deputado Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), afirmou em entrevista nesta terça-feira (28), que a falta de  estratégia levou o PMDB a resultados indesejáveis nas últimas eleições”.

    Ele afirmou que o PMDB tem a necessidade de se reunir mais vezes por ano e destacou que, por falta de estratégia, a legenda obteve um resultado negativo no pleito municipal.

    O deputado disse ainda que não adianta anunciar candidatura para 2018 e depois dizer que não existe mais, pois isso superexpõe os demais parceiros.

    Veneziano destacou a importância do planejamento e do trabalho de fazer com que as candidaturas colocadas sejam viáveis e de qualidade.

    – Nos saímos muito mal nas eleições municipais e muito se deveu às estratégias que foram tomadas na antevéspera. A única coisa que peço ao partido é isso, que se possa construir a viabilidade da candidatura. A falta de estratégia nos levou a resultados indesejáveis – declarou



    Política e Eventos Arara
    Fonte:Severino Lopes

    PB Agora

    terça-feira, março 28, 2017

    Política e Eventos Arara

    Centrais sindicais convocam nova greve geral contra as reformas


    Em protesto contra as reformas da Previdência, trabalhista e nova lei de terceirização, as centrais sindicais convocaram uma paralisação geral para o dia 28 de abril. A Câmara dos Deputados aprovou na semana passada um projeto que permite a terceirização de todas as atividades da empresa, inclusive aquelas chamadas de atividades-fim (principal).
    Em nota conjunta, os presidentes de nove centrais sindicais afirmam que “não aceitarão as propostas de reformas da Previdência, trabalhista e o projeto de terceirização aprovado pela Câmara, que o governo Temer quer impor ao país”. 
    “Em nossa opinião, trata-se do desmonte da Previdência pública e da retirada dos direitos trabalhistas garantidos pela CLT”, dizem os presidentes dessas centrais.
    No lado oposto às centrais, entidades de representação das empresas defenderam a ampliação e regulamentação da terceirização. Para gerente-executiva de relações de trabalho da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Sylvia Lorena, a regulamentação da terceirização é positiva porque, antes, esse tipo de atividade era orientado por uma jurisprudência da Justiça do Trabalho. Agora, segundo ela, as empresas estarão mais seguras para usar esse recurso, que dá possibilidade de escolher quais das suas atividades vai fazer, e quais vai terceirizar.
    No último dia 15, centrais e movimentos sociais realizaram um dia de greve geral contra as reformas da Previdência e trabalhista. Em São Paulo, a paralisação teve a adesão dos metroviários e motoristas de ônibus.
    Sanção
    O presidente Michel Temer deve sancionar a proposta sobre terceirização aprovada na última quarta-feira pela Câmara. A proposta permite a terceirização irrestrita, ou seja, de todas as atividades da empresa. Hoje, não se pode terceirizar as chamadas atividades-fim (principal).
    Temer avalia que o texto da Câmara, mesmo não sendo o ideal, dá segurança jurídica para empregados e empregadores.
    No entanto, ele sinalizou que algumas mudanças na terceirização podem ser incluídas na reforma trabalhista, hoje na Comissão Especial da Câmara.
    “A ideia é que, se houver qualquer tipo de problema, seja corrigido na reforma trabalhista”, disse o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM).

     com Estadão Conteúdo

    segunda-feira, março 27, 2017

    Política e Eventos Arara

    Veneziano admite deixar PMDB caso não haja clima para as eleições 2018

    Veneziano admite deixar PMDB caso não haja clima para as eleições 2018
    Com posicionamento divergente do da maioria da executiva, o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo admitiu, nesta segunda-feira (27), que pode estar em outro partido no próximo ano para poder estar apto a disputa eleitoral de 2018. Ele tem até março para decidir se permanece no PMDB ou se desembarca em outra agremiação. O partido mais cotado para receber o ex-cabeludo é o PSB do governador Ricardo Coutinho.

    “Não pensei ainda em sair do PMDB. Tomara que esse momento não esteja próximo, mas eu não posso perder de vista e responder categoricamente que, se mais na frente, não houver espaço, clima, eu saio do partido. Eu acho que isso não é nada do outro mundo. Tenho até março do próximo ano para pensar no caso e se não houver clima, peço desculpas, mas terei que me desligar do PMDB”, admitiu.

    O parlamentar deixou claro que, a preço de hoje, não tem pretensão de sair da sigla que lhe abriga desde 2003. Ele reconheceu a importância da sigla em sua trajetória política, mas avisou que não vai permanecer na legenda caso não haja clima.

    “Não é do meu desejo, não trabalho para isso, tenho me esforçado tremendamente para permanecer no PMDB, mas depende das linhas que o PMDB venha a adotar nesses próximos 12 meses. Os mandatários em cargos eletivos proporcionais têm seis meses antes das eleições para se definir, é o que preconiza a legislação eleitoral. Eu quero continuar no PMDB, fui muito bem recebido, devo ao PMDB quando o PDT tratou, em outros tipos de composições, a minha gilhotinagem em 2003. Fui acolhido pelo senador José Maranhao, diga-se de passagem, e por outros tantos companheiros que vibraram com nossa vitória, quando ninguém mais acreditava, então eu tenho uma história de quase 15 anos, eu gosto desse partido, eu não vou deixar de lutar para permanecer nele, mas se chegar a décima hora e não houver outro tipo de opção, eu tenho que pedir desculpas, permanecendo com as minhas ligações com todos os membros, e sair. O PSB seria uma opção. Já houve convite, inclusive”, arrematou.


    Política e Eventos Arara
    Fonte:PB Agora
    Política e Eventos Arara

    Sinal analógico de TV em São Paulo será desligado quarta-feira

    O sinal de TV analógico será desligado em São Paulo e em 38 municípios da região metropolitana na próxima quarta-feira (29). Balanço parcial da Seja Digital, entidade responsável pela condução do processo de digitalização do sinal de TV, mostra que cerca de 1 milhão de kits com conversor e antena, dos 1,8 milhão disponíveis, foram entregues a pessoas inscritas nos programas sociais do governo federal. A entidade espera que o nível de digitalização chegue a pelo menos 93% para que o sinal seja de fato desligado. Uma pesquisa, feita dois dias antes do prazo, indicará o percentual.
    Teresinha Borba, 70 anos, não vai precisar de fazer a mudança, pois há dois anos ela ganhou da filha uma TV digital. “O sinal é ótimo. Não tem problema nenhum”, relatou a aposentada que mora na Vila das Mercês, na zona sul da cidade. Ao visitar a exposição Vila Digital, no prédio dos Correios, Teresinha sorriu ao lembrar que é mais velha do que a própria televisão. “No meu tempo só tinha radinho. E demorou um bocado para a gente ter uma TV. Ela era pequenininha, mas os vizinhos todos iam assistir lá em casa”, contou.
    Cecília Zanotti, gerente regional da Seja Digital, destacou que a digitalização de São Paulo é alta, com 86% dos domicílios adaptados ao novo sinal. Apesar do percentual, um grande volume de pessoas ainda tem TV de tubo. É o caso de Eldenias Xavier, 68 anos, que foi buscar, na última quarta-feira (22), o kit nos Correios. “Recebi a carta, liguei no número que mandaram e vim aqui buscar”. Ela disse ainda que, se tivesse que comprar, o custo seria alto para a família. “Perto de casa, eu vi de R$ 200. Vi gente reclamando que não vai receber. Acho que, se mudaram, deviam dar para todo mundo”, sugeriu.
    Cronograma
    A primeira cidade que teve o sinal analógico desligado foi Rio Verde, em Goiás, como um piloto da operação. Em seguida, vieram Brasília e cidades do entorno. “Em Rio Verde, 30 dias depois do desligamento, uma pesquisa mostrou que 98% dos domicílios estavam digitalizados. Com o aprendizado, fizemos uma capital, foram 4 milhões de pessoas afetadas. Sessenta dias depois, chegamos a 98,4% dos domicílios digitalizados. Foi acumulada muita experiência”, afirmou Cecília. Os kits para os beneficiários dos programas sociais continuam a ser distribuídos até 45 dias depois de desligado o sinal.
    As próximas cidades a terem o sinal desligado ficam no entorno de Goiânia. A previsão é o dia 31 de maio. Em julho, será a vez da região metropolitana de quatro capitais: Salvador, Fortaleza, Belo Horizonte e Recife. Também para a data de 26 de julho estão previstas as cidades cearenses de Sobral e Juazeiro do Norte. Em setembro, o sinal deve ser desligado em cidades do interior paulista: Campinas, Franca, Ribeirão Preto, Santos e municípios da região do Vale do Paraíba. Em outubro, serão o Rio de Janeiro e Vitória.
    Distribuição
    Para saber se tem direito ao kit gratuito, o beneficiário de programas sociais do governo federal deve acessar o site da Seja Digital e informar o Número de Identificação Social (NIS) ou CPF para fazer uma busca no sistema. A informação também pode ser obtida pelo telefone 147. A distribuição do kit na região metropolitana de São Paulo continuará mesmo depois do sinal desligado por pelo menos 45 dias.
    EBC
    Política e Eventos Arara

    Prefeito critica Ricardo por não investir no São João de Campina Grande


    O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), retomou nesta segunda-feira (27) as críticas ao governador Ricardo Coutinho (PSB) por, nas palavras dele, não investir no Maior São João do Mundo. Durante entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira (27) para anunciar o novo formato do evento, que será organizada por uma empresa contratada pelo poder público, o gestor disse que “não é fácil realizar uma festa de 30 dias e ainda mais numa grandeza como essa. Ainda temos a dificuldade de não contar com recursos do governo do Estado“.

    Rodrigues ampliou a alfinetada ao fazer um comparativo entre o investimento do governo de Pernambuco em Caruaru com os investimentos na Paraíba. “Em Caruaru, por exemplo, o governo do Estado investiu R$ 2 milhões na última festa do São João de lá”, ressaltou. As brigas entre os prefeito de Campina Grande com o governador por investimentos se estende desde 2014, quando houve o rompimento entre Coutinho e o senador Cássio Cunha Lima, do mesmo partido de Romero. Cássio disputou as eleições para o governo e foi derrotado pelo socialista.

    A última vez que o governo do Estado apoiou o São João de Campina Grande foi em 2013, quando tucanos e socialistas estavam no mesmo barco. Essa é a primeira vez que a prefeitura adota o sistema de Parceria Público Privada (PPP) para a realização do Maior São João do Mundo.



    Política e Eventos Arara
    Fonte:Primeiras Noticias

    sábado, março 25, 2017

    Política e Eventos Arara

    Programa Reforço Escolar oferece bolsa de R$ 400 para estudantes universitários de Bananeiras


    Buscando sempre a melhoria na educação municipal, a Prefeitura de Bananeiras através da Secretaria de Educação lançou na última quinta-feira (23), edital do processo seletivo para o Programa Reforço Escolar 2017.
    O edital é para estudantes universitários residentes em Bananeiras que tenham cursado 50% do programa do curso. Nas áreas de português, matemática e pedagogia para desenvolverem atividades de reforço nas turmas de fundamental I e II com dificuldades de aprendizagem em matemática e português.
    Os bolsistas serão acompanhados por um professor do quadro efetivo e receberão um auxílio no valor de R$ 400.00 para custear despesas com alimentação e transporte.
    As inscrições estão abertas até o próximo dia 07 de Abril, na Secretaria de Educação do Município localizado na Rua Monsenhor José Pereira Diniz, s/n centro, nos horários de 8h às 12h e das 14 às 17h. Os documentos necessários para a inscrição são: CPF, RG, comprovante de residência e declaração do curso comprovando que o candidato tenha cursado 50% da grade curricular. 
    Confira edital:

    Política e Eventos Arara
    Fonte:Bananeiras Online com Assessoria
    Política e Eventos Arara

    Seguem abertas inscrições para 32 vagas com remunerações de até R$ 5,6 mil no MPRN

    Imagens USP
    O Ministério Público do Rio Grande do Norte está com inscrições abertas de concurso público para o preenchimento de cargos destinados ao quadro de servidores efetivos dos serviços auxiliares de apoio administrativo. Há vagas para analistas nas áreas de contabilidade (3) e engenharia civil (2) e para técnicos na área administrativa (27). Dentro do total de vagas há também oportunidades para candidatos com deficiência. As remunerações chegam a R$ 5.609,19. Confira o edital.


    Para concorrer neste concurso, o candidato precisa ter nível médio para o cargo de técnico e nível superior nas áreas citadas para analista. As inscrições seguem até 11 de abril de 2017, devendo ser realizadas no site da empresa organizadora. As taxas cobradas para participar são de R$ 110 e R$ 180, dependendo do cargo pretendido.
    Serão aplicadas provas de conhecimentos gerais e específicos, com avaliações objetivas e discursivas previstas para o dia 7 de maio de 2017, com aplicação nos municípios de Natal e de Mossoró, no estado do Rio Grande do Norte.
    Política e Eventos Arara
    Fonte:Portal Correio
    Política e Eventos Arara

    Cássio diz que vai mediar escolha de candidato em 2018

    Cássio diz que vai mediar escolha de candidato em 2018
    Em entrevista concedida na tarde desta sexta-feira (24), o senador Cássio Cunha Lima sinalizou por abrir mão da disputa ao Governo do estado em 2018 e se colocou como possível mediador para a escolha do nome. A parceria entre o PSD e o PSDB deve mesmo ser duradoura, já que a suspeita gira em torno de Luciano Cartaxo (PSD) e Romero Rodrigues (PSDB), prefeitos de João Pessoa e Campina grande respectivamente, como possíveis candidatos ao cargo.

    Cássio disse que acha legítimo e natural que todos os partidos queiram apresentar candidaturas e se colocou como mediador do diálogo, mas descartou a hipótese dos gestores estarem em pré-campanha. "Eu me disponho a fazer isso [a mediação entre os dois]. Não vejo na ação do prefeito Romero, nem tampouco do prefeito Luciano uma ação explícita de pré-campanha. Estão cada um nas suas cidades cuidando da gestão dos seus respectivos municípios”, afirmou.

    Para o senador, as especulações são inevitáveis a medida que o ano eleitoral se aproxima. "Em abril do próximo ano já é prazo de descompatibilização. Quem desejar sair para disputar eleição e tiver cargos no executivo terá que se descompatibilizar. Então você começa a ter o calendário mais próximo de decisões importantes. Natural que essas especulações aumentem”, concluiu.

    Política e Eventos Arara
    Fonte:PB Agora
    Política e Eventos Arara

    Prefeito prepara projeto para aumentar a capacidade hídrica de Açude de Terezinha Alexandre

    O prefeito Nen continua preocupado com a vida da população Arara, durante esse grande período de estiagem que vem sofrendo o município, o mesmo esteve na manhã desta quarta-feira (22) no sitio Jucá acompanhado de perto o trabalho de topografia do terreno do açude do Jucá conhecido como açude de Terezinha Alexandre.
    Segundo Nen, a topografia feita, será encaminhada ao DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas) com o objetivo de aumentar a capacidade hídrica do referido açude. 

    O prefeito afirmou que outros projetos que visam o desenvolvimento do município estão sendo elaborados, mas prefere divulgá-los em momento oportuno.


    Política e Eventos Arara
    Fonte: Assessoria de Comunicação | Prefeitura de Arara
    (83) 3369-1037 | comunicação@arara.pb.gov.br
    Política e Eventos Arara

    Prefeitura efetuou limpeza de Açude no Sitio Cajazeiras


    A Prefeitura de Arara continua desenvolvendo ações em prol da população, os serviços de recuperação dos açudes do município segue por todo município, no sitio Cajazeira foi realizado a limpeza de um açude que beneficia a comunidade.
    O prefeito Nen preocupando com os que moram nas proximidades, informa que os trabalhos de limpeza dos açudes e barreiros do município continuarão até que todos sejam beneficiados.
    Com a recuperação, a capacidade de armazenamento de água dos reservatórios municipais será ampliada, beneficiando um grande número de famílias.


    Política e Eventos Arara
    Fonte:Assessoria de Comunicação | Prefeitura de Arara
    (83) 3369-1037 | comunicação@arara.pb.gov.br
    Web: www.arara.pb.gov.br

    quarta-feira, março 22, 2017

    Política e Eventos Arara

    Em Lagoa de Pedra, Limpeza de açude amplia capacidade de armazenamento em 40%


    A Prefeitura de Arara está executando mais uma grande obra que era reivindicação da comunidade de Lagoa de Pedra, na zona rural do município. A duas semanas máquinas estão trabalhando na limpeza e desassoreamento do açude da comunidade.

    “O serviço tem como objetivo aumentar a capacidade de armazenamento do manancial, já que a água tem sido um bem muito escasso em nossa região. Todas as formas de juntar água são bem vinda numa época de seca como essa”, explicou o prefeito Nen, que vistoriou nos últimos dias a execução das obras.

    A expectativa da gestão é de que até o fim do serviço, sejam removidas varias caçambas de terra do local, o que vai aumentar significativamente a área do açude.Com o trabalho, a capacidade de armazenamento do açude deve ser ampliada em aproximadamente 40%.








    Fonte: Assessoria de Comunicação | Prefeitura de Arara
    (83) 3369-1037 | comunicação@arara.pb.gov.br
    Web: 
    www.arara.pb.gov.br

    Política e Eventos Arara

    Governo vai detalhar a deputados nos próximos dias mudança em PEC da Previdência

    O diretor do Departamento de Assuntos Fiscais e Sociais do Ministério do Planejamento, Arnaldo Barbosa de Lima Júnior, afirmou hoje (22) a deputados da comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, da reforma da Previdência, que o detalhamento das mudanças anunciadas pelo presidente Michel Temer será feito nos próximos dias.
    “O anúncio de ontem se refere a policiais civis e professores. O detalhamento será enviado. Isso será mais claro nos próximos dias. Eu participei da equipe que elaborou a proposta. Essa já era uma preocupação que os congressistas trouxeram ao ministro [Eliseu] Padilha [da Casa Civil] na segunda-feira e em nada muda as projeções que o ministro Dyogo [de Oliveira, do Planejamento] apresentou”, disse.
    Na noite de terça-feira (21), Temer anunciou a retirada de servidores estaduais e municipais da reforma da Previdência, ao lado do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do relator da reforma na Câmara, Arthur Maia (PPS-BA) e do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), além dos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco.
    Hoje, no início de audiência pública para debater a Previdência dos trabalhadores rurais,deputados da oposição cobraram do presidente da comissão, Carlos Marun (PMDB-MS), a oficialização e o detalhamento das mudanças.

    Política e Eventos Arara
    Fonte:Agência Brasil 
    Política e Eventos Arara

    Edital com salários de até R$ 5 mil deve ser divulgado





     A Controladoria Geral do Município (CGM) de João Pessoa vai abrir, ainda este ano, concurso público. O projeto de lei de criação do Plano de Cargos e Carreira da CGM foi aprovado em sessão ordinária na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na manhã desta quarta-feira (22). O plano criou ao todo 20 cargos efetivos no órgão, sendo 10 vagas de auditor municipal interno (nível superior) e 10 de técnicos de controle interno (nível médio). A previsão para abertura das inscrições é em junho desse ano.
    “É a primeira vez, em João Pessoa, que haverá concurso público e provimento de cargos nessa área. O feito aperfeiçoará as ações de auditoria, transparência do gasto público, ouvidoria e combate à corrupção, fortalecendo ainda mais o acompanhamento da gestão orçamentária, financeira e patrimonial do município e atendendo aos anseios da população de João Pessoa”, destacou o controlador-geral do Município, Severino Queiroz.
    O controlador ainda explicou quais serão as próximas etapas para a realização do concurso. “Será criada uma comissão para operacionalização do concurso. Após isso, abriremos processo de contratação da empresa responsável por sua elaboração, para em seguida partimos para as fases de aplicação das provas, divulgação dos resultados, homologação do concurso, convocação dos aprovados e, por fim, as respectivas nomeações”, esclareceu.
    A remuneração inicial para nível superior (auditor) chega até R$ 5 mil e é aberta para candidatos graduados em qualquer formação acadêmica. Já para nível médio, a remuneração inicial é até R$ 2.500 mil. Os profissionais trabalharão em ações do controle interno, transparência pública, ouvidoria e combate à corrupção, promovendo o constante monitoramento da gestão pública e da transparência nas gestões direta e indireta da Capital.

    Política e Eventos Arara
    Fonte>Mais PB com Secom-JP
    Política e Eventos Arara

    Câmara Federal aprova projeto que libera terceirização de todas atividades das empresas

    Câmara Federal aprova projeto que libera terceirização de todas atividades das empresas
    Com direito a patos infláveis no plenário, em uma sessão iniciadas às 11h e encerrada por volta das 20h30 desta quarta-feira (22), a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei (PL) 4.302, apresentado em 1998, que aprova a terceirização generalizada, em todas as atividades – inclusive na atividade-fim, o que a Justiça do Trabalho veda atualmente –, e também altera regras para o trabalho temporário. Uma decisão que influenciará o próprio projeto de reforma trabalhista enviado em 2016 pelo governo Temer. Foram 231 votos a favor, 188 contra e oito abstenções. Representantes governistas passaram o dia repetindo que a medida permitirá criação de empregos. Centrais, Dieese, oposição, representantes do Ministério Público e da Justiça do Trabalho sustentam o contrário: terceirização sem limites equivale a precarização e ameaça o emprego formal.

    Parlamentares da oposição fizeram um protesto com patos infláveis, referência ao símbolo de manifestações contra a corrupção capitaneadas pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). "Pato corrupto, pato golpista", disse Chico Alencar (Psol-RJ). E também menção ao fato de o trabalhador, com o projeto, estar "pagando o pato", com uma lei que possivelmente irá prejudicá-los.


    "O pato devorador de direitos, o pato da Fiesp, dos patrões", completou o líder do PT, Carlos Zarattini (SP). "O Brasil quer aprovar um projeto anacrônico? Não, quem quer é o governo Temer", afirmou a líder do PCdoB, Alice Portugal (BA). "Não nos iludamos", afirmou Alessandro Molon (Rede-RJ), acrescentando que o projeto visa a "permitir a contratação mais barata dos trabalhadores, precarizando, negando seus direitos".


    Em tempo recorde, o texto, originalmente de 1998 (governo Fernando Henrique Cardoso), foi retomado e teve relatório aprovado no plenário, com galerias abertas, embora com constantes ameaças de esvaziamento a cada manifestação do público. Para a oposição, além de nocivo ao conjunto dos trabalhadores, o projeto "atropela" a discussão em andamento na própria Câmara, que discute um projeto (PL 6.787) de reforma da legislação, além de já ter votado, em 2015, outra matéria sobre terceirização.


    A votação foi nominal. Aprovado, o 4.302 seguirá para sanção presidencial – algumas centrais, diante da recusa do governo de retirar o projeto, pretendem sugerir vetos. "Nenhum (item) será vetado", reagiu Zarattini, para quem Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, "não terão dó".


    O que se votou foi um substitutivo do Senado de 2002, de Edison Lobão (PMDB-MA). O projeto original, de 1998 (governo Fernando Henrique Cardoso), foi aprovado na Câmara em 2000. Em 2003, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, então no primeiro ano de mandato, enviou uma mensagem de retirada do PL 4.302, que não foi lida, e o projeto permaneceu "adormecido", até ser retomado no final do ano passado.


    Na votação desta quarta-feira, a oposição, que obstruiu a votação, ainda tentou retomar a leitura da mensagem presidencial e aprovar requerimento para retirada do projeto, sem sucesso. Um segundo requerimento foi rejeitado, já depois das 17h, por 213 votos a 40.


    Dois anos atrás, a mesma Câmara aprovou o PL 4.330, também sobre terceirização. O texto seguiu para o Senado, como PLC 30, e ainda está tramitando, tendo Paulo Paim (PT-RS) como relator. Insatisfeitos com mudanças nesse texto, os governistas viram no 4.302 um "atalho" para aprovar as propostas sobre terceirização, em um texto que as centrais sindicais veem como ainda pior que o 4.330.


    Desde ontem, representantes das centrais vêm mantendo reuniões com líderes partidários, incluindo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), mas as conversações não avançaram. Os sindicalistas queriam votação do 4.330 e a retirada do 4.302, que teve como relator o deputado Laércio Oliveira (SD-SE), um representante patronal – é o 3º vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Em poucos minutos, ele leu seu parecer ao substitutivo do Senado. E disse que a medida vai criar "um novo ambiente de emprego no país". Também Vanderlei Macris (PSDB-SP) falou em "modernização" das relações do trabalho e em recuperação da economia.


    Com isso, parte das centrais pretende apresentar sugestões de veto ao texto que, considerando sua aprovação, irá a sanção presidencial. Há nova reunião com Jucá prevista para a próxima terça-feira (28).

    "É um projeto (4.302) que estava morto", disse o deputado Paulo Pimenta (PT-RS). Tanto é verdade, acrescentou, que o então deputado Sandro Mabel apresentou outro texto a respeito, o 4.330, em 2004, que acabou sendo aprovado em 2015. Para o parlamentar, o PL aprovado hoje "é um golpe, que pretende atingir a livre organização dos trabalhadores". "Esse projeto é para pagar a conta da Fiesp, a conta do golpe." Já a deputada Maria do Rosário (PT-RS) disse que o 4.302 é "uma múmia saída dos armários mais terríveis desta Câmara'.


    Para o deputado Silvio Costa (PTdoB-PE), o regimento foi desrespeitado. Ele lembrou que há uma comissão especial que discute justamente a reforma trabalhista, contida no Projeto de Lei 6.787, do Executivo. "Então, encerra essa comissão. Não dá para votar esse projeto empurrando goela abaixo", afirmou.


    "É um duro golpe contra a CLT, como também será o projeto de reforma trabalhista", reagiu André Figueiredo (PDT-CE). "Aliás, golpe é algo comum neste país."


    Daniel Almeida (PCdoB-BA) também citou a comissão especial, para ele o foro adequado para discutir o tema. Segundo ele, o 4.302 é uma "tragédia" para os trabalhadores e é mentiroso afirmar que a medida abrirá vagas. Apenas reduzirá a proteção social, acrescentou. "A base (governista) está constrangida com essa matéria", declarou Glauber Braga (Psol-RJ).


    Afonso Motta (PDT-RS) disse não contestar a ideia de regulamentar a terceirização, mas avaliou que o tema já havia sido discutido na Câmara, lembrando do PL 4.330. Para o deputado, votar o PL 4.302 "atropela a iniciativa louvável" da Casa de criar uma comissão especial sobre mudanças na legislação trabalhista.


    "Nunca nos negamos a discutir a regulamentação dos 12 milhões de trabalhadores terceirizados", afirmou Jandira Feghali (PCdoB-RJ), observando que a Câmara estava discutindo um texto aprovado em 2000 e alterado no Senado. "Estamos votando outro projeto, que simplesmente aniquila as relações de trabalho do povo trabalhador com o patronato. O que vocês estão fazendo hoje é desmontar conquistas do mundo do trabalho. Vocês acham que estão em que mundo?"


    O projeto "aparece de última hora na pauta", afirmou Afonso Florence (PT-BA). "Precarizar o trabalho, terceirizar a atividade-fim, não é modernizar a legislação", afirmou, acrescentando que o PL representa justamente o oposto. "Querem que o trabalhador fique prisioneiro de uma relação de trabalho extremamente cruel", comentou em rede social o deputado Chico Alencar.


    Relator da comissão especial da reforma trabalhista, Rogério Marinho (PSDB-RN), disse que a discussão sobre terceirização é "equivocada, absolutamente anacrônica", referindo-se ao conceitos de atividades meio e fim das empresas. Para ele, o projeto regulamenta e dá segurança jurídica aos milhões de terceirizados no país. O deputado Bohn Gass (PT-RS) rebateu, afirmando que o 4.302 não protege os terceirizados, como diz o governo, mas ameaça os trabalhadores com carteira assinada. "Esse projeto não vai gerar um emprego a mais", diz João Daniel (PT-SE).



    Política e Eventos Arara
    Fonte>Foto: Zeca Ribeiro

    PB Agora com Rede Brasil Atual

    domingo, março 19, 2017

    Política e Eventos Arara

    Sine-PB oferta mais de 190 vagas de emprego em cidades polos da Paraíba


    O Sistema Nacional de Empregos na Paraíba (Sine-PB) divulgou nesta sexta-feira (17) uma lista contendo 191 oportunidades de emprego para esta semana. As vagas estão distribuídas em cinco municípios do estado: João Pessoa (99), Campina Grande (47), Santa Rita (23), Cajazeiras (2) e Guarabira (20).
    De acordo com a relação do Sine-PB, o maior número de vagas disponíveis é para técnico de manutenção industrial (50) e auxiliar de linha de produção (30) voltadas para pessoas com deficiência. Já em Campina Grande, há postos de trabalho para pedreiros (15) e servente de pedreiro (10), ambos também disponíveis para pessoas com deficiência. 
    Para a inscrição, os interessados devem procurar a sede do Sine-PB, localizada na Rua Duque de Caxias, 305, no Centro de João Pessoa (próximo ao Shopping Terceirão), com RG e CPF. 
    Mais informações podem ser obtidas também pelos telefones (83) 3218-6619, 3218-6618 ou 3218-6624 (em João Pessoa) e (83) 3310-9412 (em Campina Grande).
    Veja a relação completa:
    SINE JOÃO PESSOA
    30-AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO (Pessoas com Deficiência)
    01-CARPINTEIRO
    06-COSTUREIRA EM GERAL
    02-MECÂNICO DE AUTOMÓVEL
    01-MONTADOR
    01-OPERADOR DE CAIXA
    05-REPRESENTANTE COMERCIAL
    01-TORNEIRO MECÂNICO
    50-TÉCNICO DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL (Curso Técnico)
    02-VENDEDOR PRACISTA

    SINE CAMPINA GRANDE
    01- ATENDENTE DE FARMÁCIA
    01- AUXILIAR E ESCRITÓRIO
    05- AUXILIAR DE LIMPEZA
    04- FISCAL E TRANSPORTE
    01- INSPETOR TÉCNICO DE QUALIDADE
    01- JARDINEIRO
    01- MANICURO
    15- PEDREIRO (Pessoas C/Deficiência)
    10- SERVENTE DE PEDREIRO (Pessoas C/Deficiência)
    01- TÉCNICO DE TELEFONIA
    06- VENDEDOR PRACISTA
    01-VENDEDOR PORTA A PORTA

    SINE SANTA RITA
    05-AJUSTADOR MECÂNICO
    05-COZINHEIRO GERAL
    05-ELETRICISTA
    05-SOLDADOR
    03-TELEFONISTA

    SINE CAJAZEIRAS
    01-PROMOTOR DE VENDAS
    01-VENDEDOR PRACISTA

    SINE GUARABIRA
    20-COSTUREIRA EM GERAL 

    Política e Eventos Arara
    Fonte:Bananeiras Online com Assessoria

    VS PAPELARIA

    VS PAPELARIA